10 de novembro é o dia do trigo, que está entre as plantas mais cultivadas em todo o mundo. Inicialmente os grãos de trigo eram consumidos numa espécie de papa, misturados com peixes e frutas. A "invenção" do pão é atribuída aos egípcios que, por volta de 4000 antes de Cristo, descobriram o processo de fermentação do trigo.

Além de servirem de alimento, os pães e biscoitos feitos de trigo também eram oferecidos aos deuses ou usados em rituais. Da Mesopotâmia, o trigo se espalhou para outras regiões e hoje - de acordo com a Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO) - é o segundo alimento mais consumido em todo o mundo.

No Brasil, o trigo chegou apenas em 1534, trazido por Martim Afonso de Souza, que desembarcou na então capitania de São Vicente. De lá, as plantações se expandiram principalmente para o Rio Grande do Sul e o Paraná, que se tornou o maior estado produtor de trigo.

Do ponto de vista nutricional, o trigo contém carboidratos, proteínas, gorduras, fibras, cálcio, ferro e ácido fólico e é considerado uma das principais fontes de calorias para o nosso organismo.

Além de ajudar a reduzir os riscos de doenças coronarianas e a controlar os níveis de colesterol, o consumo de trigo mantém a flora intestinal saudável e estimula a produção de serotonina, substância que melhora o nosso humor.