Dá para acreditar que um dos símbolos gastronômicos mais tradicionais do Natal surgiu graças a um "erro" de um padeiro? Sim, estamos falando do panetone!

Consta que esse tipo de pão foi criado em Milão, na Itália, por volta do ano de 900, pelo então assistente de padeiro Toni que, às vésperas do Natal, tinha que assar mais uma fornada de pães e preparar uma torta para seu chefe.

Reza a lenda que, de tão cansado que estava, Toni acabou se confundindo e colocando na massa do pão as uvas passas que iriam no recheio da torta.

Para tentar contornar a situação, Toni teria decidido, então, acrescentar à massa as frutas cristalizadas e os demais ingredientes que seriam usados originalmente na torta.

O "improviso" deu tão certo que, além do chefe de Toni aprovar e elogiar a invenção, ele ainda decidiu homenageá-lo batizando a nova massa de "pane di Toni".

Aqui no Brasil o panetone chegou após a Segunda Guerra Mundial pelas mãos dos imigrantes italianos. De lá para cá ganhou várias versões e passou a ser item quase que obrigatória das ceias de final de ano.

Se você é fã dessa delícia, não deixe de levar para casa nosso panetone tradicional, que é feito com frutas selecionadas e pesa cerca de 500 gramas. Para os que preferem a versão recheada com chocolate, temos 3 tamanhos de chocotone: pequeno (90g), médio (230g) e grande (490g). Todos são também uma ótima pedida para presentear amigos e familiares. Eles certamente vão adorar! ;-)